Ciência, Saúde

Como viver mais?

Há algumas décadas, a expectativa de vida média era em torno dos 40 anos. Hoje admite-se uma vida boa e saudável acima dos 70 anos de idade. É claro que avanços na medicina e melhoria na qualidade de vida, saúde pública, saneamento básico contribuíram muito para esse aumento, mas existem outras dicas que podem prolongar ainda mais a sua vida.

10 dicas para viver mais – e melhor

1. Já expressou sua raiva hoje?

Uma pesquisa da Universidade de Harvard mostrou que pessoas que demonstram sua raiva tem menor risco de morte prematura. Expressar sua raiva – sem excessos, há limite para tudo – pode reduzir pela metade o risco de um infarto e diminui significativamente a possibilidade de um derrame.

Dica: lute contra um saco de areia, grite, rasgue papéis velhos, dê marretadas em blocos de concreto, enfim, bote pra fora sua raiva em objetos, em coisas, não em pessoas. Lembre que tudo o que você faz contra alguém, pode se voltar contra você.

2. Coloque mais tempero em sua vida

Alguns temperos podem fazer muito bem à sua saúde, mas não em excesso. O sal por exemplo, ajuda a equilibrar a água em seu organismo, mas aumenta sua pressão. Muita cenoura faz sua pele ficar alaranjada, muita beterraba engrossa seu sangue, muito ovo aumenta seu colesterol, etc. Tudo em excesso faz mal, até água.

Experimente a cúrcuma, presente no molho curry. Segundo pesquisadores em Cincinnati, ela fortalece o sistema imunológico, alivia doenças inflamatórias, melhora a digestão e dissolve cálculo biliar.

3. Tome banhos frios

Minha avó sempre dizia que banho frio faz bem para a saúde. Não é que ela estava certa? Pesquisadores norte-americanos descobriram (ora essa, descobriram!) que o frio pode reduzir tumores, pois aumenta a atividade dos glóbulos brancos, conhecidos como agentes naturais de combate às doenças em nosso organismo.

4. Olha, olha, olha a água mineral (…) você vai ficar legal

Carlinhos Brown já cantava isso há alguns anos, mas recentemente especialistas atestaram que a água rica em minerais pode nos dar uns anos a mais de vida. Pesquisas sugerem que em locais onde o consumo dessas águas é maior, há uma menor ocorrência de doenças do coração. Acredita-se que a razão pode estar no alto teor de cálcio e magnésio presentes em águas minerais. O cálcio ajuda a reduzir a pressão sanguínea, enquanto o magnésio é importante para o coração.

5. Tenha uma crença religiosa

Quer ganhar mais uns 2 ou 3 anos de lambuja? Frequente algum centro onde se cultue a espiritualidade. Uma igreja, centro espírita, centro ecumênico, serve qualquer um que pregue a existência de algo além da vida na terra, após a morte. Um estudo da Universidade da Califórnia afirma que frequentadores de seitas religiosas possuem 21% menos chance de morrer mais cedo, comparados aos seus companheiros não-devotos. Entre os argumentos está a possibilidade de que as boas redes sociais, e não a crença em si, favoreça uma melhor qualidade de vida e longevidade.

6. Goze. Isso mesmo, goze!

Cientistas de Belford, no Reino Unido, afirmam que ter pelo menos 2 orgasmos semanais pode aumentar a expectativa de vida em até 8 anos. UAU! Os orgasmos aumentam a produção do hormônio DHEA, que estimula a imunidade. Então, meus queridos, se não tiverem parceiros tão dispostos, se virem sozinhos, mas gozem.

7. Cuide bem de seus dentes

Uma das causas de derrames e outros problemas no coração, é a inflamação no corpo. Uma das mais frequentes é a gengivite, inflamação na gengiva que acaba tendo uma resposta do sistema imunológico, que aumenta a inflamação. Por esse motivo, escovar os dentes corretamente e utilizar o fio dental, pode prevení-lo de um ataque cardíaco. Essa pra mim é nova, e pra você? Mas não sou eu que estou dizendo, é Harvard ;-).

8. Quem canta, seus males espanta, de verdade

Essa é mais uma dica dos mais velhos, não é? Quem canta normalmente está de bem com a vida, alegre, expressando sua felicidade através da música. Pesquisadores de Washington dizem que isso faz com que a pressão arterial diminua, o coração desacelere, o estresse desapareça. Idosos que participaram de um coral durante a pesquisa, tiveram uma melhora significativa de saúde, com relação ao grupo de controle, que não cantava, reduzindo consultas médicas, remédios, quedas e depressão.

9. Não tenha filhos muito cedo

Essa dica é basicamente para as mulheres, mas os homens podem colaborar. De acordo com um estudo da Universidade de Boston, mulheres que deixam para ter filhos depois dos 40 vivem mais. Isso porque elas já estão mais seguras financeiramente e emocionalmente, reduzindo o estresse causado por um nascimento e criação de uma criança, retardando o processo de envelhecimento.

10. Relaxe, mas nem tanto

Estresse é ruim para a saúde, todo mundo sabe. No entanto, pesquisas sugerem que em quantidade moderada ele pode ser benéfico. Acredita-se que o cortisol, o hormônio do estresse, contribua para o desenvolvimento dos órgãos – ao passo que o excesso dele provoca um crescimento limitado.

Fonte: Revista BBC Knowledge

7 Comments

  1. Wall E.

    Adorei as dicas! Quando vi a dos dentes , fui correndo pro banheiro escovar eles e passar o fio dental , USIOSHSAOUISHE. -q

  2. gabriel

    Nª 6…eu vo viver pra sempre…

  3. Luxis

    hauahUAHuahuAHAuh vou viver pra sempre tbm… ahahah
    principalmente se seguintes dicas forem REALMENTE verdade haha:

    2, 3, 4, 6, 8, 10…. 🙂 e eu vou comprar um saco de box pra dá porrada todo dia 🙂

  4. rusty1

    Discordo com o 5. Tenha uma crença religiosa
    “Quer ganhar mais uns 2 ou 3 anos de lambuja?” O que adianta ganhar mais tempo de vida acreditam em papai noel e em coelhinho da páscoa? Preferio aproveitar muito mais os meus X-2 anos de vida do que viver com medo de ir pro inferno.

    Se informerm. Questionem tudo.

  5. kiddo

    sim, com certeza… ainda que fora desse corpo inútil !!!
    huahuahahahahaha !

  6. ALEXANDRE

    Tome como início a numero 5, o resto vem naturalmente.

  7. Gostei do 6, muito bom, hhehehehhe

Leave a Reply

Theme by Anders Norén